Banda Gástrica Ajustável

Banda Gástrica Ajustável

É um método de combate à obesidade que consiste na colocação de uma prótese de silicone em forma de anel em volta da porção proximal (de cima) do estômago, de modo a provocar uma segmentação gástrica e criar um reservatório gástrico de pequeno volume, com cerca de 20 a 30ml. A ingestão de alimentos preenche rapidamente este reservatório do estômago provocando uma sensação de saciedade precocemente. O grau de estreitamento do estômago pode ser ajustável (regulado) no pós-operatório com a injeção de soro fisiológico através de uma pequena punção no reservatório da banda localizado embaixo da pele do paciente. Assim, o estreitamento do estômago pode ser ampliado ou reduzido, conforme a quantidade de alimentos que o paciente deva ingerir.

Os receptores que traduzem para o cérebro a mensagem de saciedade se encontram na parte superior do estômago. Desta forma, o paciente terá o apetite diminuído e ficará satisfeito com quantidades menores o que levará à redução da obesidade.

​​​​​​​​​​​​O paciente deve mastigar com o intuito de triturar o alimento e comer lentamente, ingerindo pequenas porções de cada vez. Assim promoverá um estímulo constante ao paladar e uma sensação de saciedade mais precoce. Conseqüentemente haverá uma redução do volume diário ingerido, levando a uma diminuição do aporte calórico diário e a perda de peso.

Vale ressaltar que a cirurgia de Banda Gástrica visa estabelecer um padrão alimentar que permita uma ingesta de pequena quantidade de alimentos sólidos, promovendo a sensação de saciedade precoce. A capacidade para ingerir alimentos líquidos e líquido-pastosos não sofrem nenhum obstáculo à sua passagem. Portanto se não houver uma colaboração do paciente no sentido de evitar alimentos líquidos e pastosos de alto valor calórico, a perda de peso ficará comprometida.

Ajustes da Banda Gástrica:

Durante a cirurgia, a banda gástrica é colocada ao redor da porção superior do estômago, porém é mantida desinflada por pelo menos trinta dias para que o processo de cicatrização ajude a fixar a banda no local. Após este período, ela passa a ser inflada, ajustando-se o tamanho do novo reservatório gástrico e sua velocidade de esvaziamento.

O procedimento é feito através de uma punção, sendo praticamente indolor, e realizado no próprio consultório ou eventualmente na sala de Raio X. Com o passar dos meses, a banda vai sendo reajustada de acordo com a capacidade alimentar (quantidade de alimento necessária para induzir a saciedade), e a quantidade de peso perdido.